Superstições – O cordão umbilical

Posted in mitologia on 2013/12/02 by terrasencantadas

77

 

 

Em diversas regiões do norte de Portugal acreditava-se que era importante impedir que os ratos comessem o cordão umbilical das crianças. Para isso devia-se queimá-lo, guardá-lo embrulhado num papel ou protegê-lo de outra forma qualquer, caso contrário a criança tornar-se-ia gatuna ou ladrar em vez de falar.

 

 

Anúncios

Superstições – Raízes de videira

Posted in mitologia on 2013/11/30 by terrasencantadas

17

 

 

 

Na região de Cinfães acreditava-se que se, depois de dar à luz, a mulher deixasse enterrar as páreas junto às raízes de uma videira tornar-se-ia alcoólica.

 

 

 

Superstições – Videira de uvas brancas

Posted in mitologia on 2013/11/28 by terrasencantadas

23

 

 

Houve tempos em que, na região de Ponte da Barca, era costume sepultar as crianças que nasciam mortas, no campo, junto de uma videira de uvas brancas.

 

 

Superstições – Salvação

Posted in mitologia on 2013/11/26 by terrasencantadas

80

 

 

 

 

Em S. Brás de Alportel dizia-se que, quando uma mulher morria durante a gravidez, ia garantidamente para o Céu. Em Ponte da Barca acreditava-se que, a alma de uma mulher solteira que morresse durante o parto não teria salvação.

 

 

 

Superstições – As telhas da igreja

Posted in mitologia on 2013/11/24 by terrasencantadas

midoes2Na região de Resende acreditava-se que, para facilitar um parto difícil, uma pessoa da família da parturiente devia subir ao telhado de uma igreja ou capela e voltar uma telha ao contrário.

Em Cinfães era o pai da criança que estava a nascer que devia voltar a telha, pegando nela com os dentes. Noutras regiões dizia-se que para apressar o parto devia voltar-se três telhas da igreja.

 

 

Superstições – Oração da Senhora das Montanhas

Posted in mitologia on 2013/11/22 by terrasencantadas

jabal_sharra

 

 

 

 

Na região de Portimão acreditava-se que, quando uma mulher estava prestes a dar à luz, para o parto decorrer sem problemas, devia colocar-se-lhe ao pescoço, pendurada num cordel, uma folha de papel com a oração da Senhora das Montanhas.

 

 

Superstições – Torcer a roupa lavada

Posted in mitologia on 2013/11/20 by terrasencantadas

21

 

 

Na região de Póvoa de Lanhoso acreditava-se que, se duas mulheres estivessem a lavar roupa num rio e uma delas torcesse a roupa sobre a água, a que estava grávida só conseguiria dar à luz depois de o marido saltar por cima do curso de água.