Arquivo de Novembro, 2013

Superstições – Olhar para trás II

Posted in mitologia on 2013/11/16 by terrasencantadas

220

 

 

 

Em várias regiões de Portugal acreditava-se que se uma mulher grávida olhasse para trás, no momento de erguer a hóstia, durante a missa do Domingo de Ramos, depois de nascer o filho deitaria mau-olhado, mesmo sem o querer.

 

 

Anúncios

Superstições – Olhar para trás

Posted in mitologia on 2013/11/14 by terrasencantadas

midoes

 

 

 

Em Ponte da Barca acreditava-se que se uma mulher grávida, na missa, olhasse para trás entre o levantar da hóstia e o do cálice, depois de nascer o filho sofreria de ataques de gota. Se isso acontecesse devia queimar-se-lhe a roupa para fazer sarar a doença.

 

 

 

Superstições – Sachar cebolas

Posted in mitologia on 2013/11/12 by terrasencantadas

224

 

 

Na Covilhã dizia-se que se uma mulher grávida sachasse cebolas elas secariam. Também não deveria entrar num meloal ou o mesmo aconteceria aos melões.

 

 

 

Superstições – Para curar a asma

Posted in mitologia on 2013/11/10 by terrasencantadas

013

 

 

 

 

Em algumas regiões de Portugal acreditava-se que para curar a asma devia dar-se a comer, sem que o paciente o saibesse, carne de gato preto confeccionada de qualquer forma.

 

 

 

Superstições – Ano bissexto

Posted in mitologia on 2013/11/08 by terrasencantadas

038

 

 

 

 

Em algumas regiões de Portugal acreditava-se que quem nascesse num ano bissexto era imune à varíola.

 

 

 

Superstições – Dores de dentes

Posted in mitologia on 2013/11/06 by terrasencantadas

016

 

 

 

Em algumas regiões de Portugal acreditava-se que queimar canas provocava dor de dentes.

 

 

 

Superstições – Alecrim e macela

Posted in mitologia on 2013/11/04 by terrasencantadas

022

 

 

 

Em Arganil, no dia de S. João, antes do sol nascer, colhia-se alecrim e macela que eram guardados em gavetas ou suspensos do tecto. Acreditava-se que o alecrim protegia das bruxas e que o chá de macela curava os males do estômago.