Arquivo de Junho, 2012

Superstições – O ovo

Posted in mitologia on 2012/06/30 by terrasencantadas

Na Rapa, pelo S. João, quando chegava a meia-noite as raparigas partiam um ovo e deitavam-no num copo com água até meio. Na manhã seguinte iam ver as formas que a clara tinha tomado na água, para ficarem a saber qual seria a profissão do futuro noivo.

Os Zoelas

Posted in ficções, património on 2012/06/28 by terrasencantadas

Duatio, pai de Camal, chefiara a tribo até alguns anos atrás, quando desaparecera durante um combate com Zoelas, um povo que habitava a leste da Galécia e por vezes fazia incursões para atacar e saquear os Galaicos, tal como estes faziam, noutras ocasiões, em território Zoela.”

InO VENENO DE OFIÚSA

Apesar da sua proximidade geográfica com o território ocupado pelos Galaicos, os Zoelas pertenciam a outro grupo étnico: os Astures. A sua capital estava situada na actual povoação de Castro de Avelãs, perto de Bragança.

Superstições – A água na noite de S. João II

Posted in mitologia on 2012/06/26 by terrasencantadas

Pelo S. João, para saber quanto tempo se vai viver, pega-se numa bacia com água límpida, passa-se nove vezes sobre a fogueira e depois olha-se para a água. Quem vir o seu rosto reflectido vive pelo menos até ao fim do ano, quem não se vir morre antes do fim do ano.

Personagens de Histórias Perdidas da Lusitânia – Lupia

Posted in ficções on 2012/06/24 by terrasencantadas

A única sobrevivente de uma aldeia Estrimnia destruída pelos Sefes. É a portadora de uma jóia deixada à guarda do seu povo pela Deusa-mãe.

Superstições – A água na noite de S. João

Posted in mitologia on 2012/06/22 by terrasencantadas

Em Óbidos, na noite de S. João, as raparigas deixavam ao relento a bacia das mãos, com água. De manhã lavavam-se nessa água, deitavam-na à rua e ficavam à espreita da primeira pessoa que por ali passasse. Se fosse um homem queria dizer que a rapariga casaria e que o nome desse homem seria igual ao do noivo, se fosse uma mulher era sinal que a rapariga ficaria solteira.

Personagens de Histórias Perdidas da Lusitânia – Lancio

Posted in ficções on 2012/06/20 by terrasencantadas

Guerreiro Lusitano, amigo de Beduno. Ninguém conhece a sua história ou sabe ao certo quem ele é, mas todos o respeitam pelas suas ideias ponderadas.

Superstições – Na noite de Santo António

Posted in mitologia on 2012/06/18 by terrasencantadas

Na noite de Santo António pega-se em três favas e descasca-se totalmente uma delas, à segunda tira-se metade da casca e à outra deixa-se-lhe a casca intacta. Passam-se as favas pelo fumo da fogueira de Santo António e dorme-se com elas debaixo da almofada. De manhã, ao acordar, retira-se uma das favas ao acaso. Se sair a que foi totalmente descascada, quer dizer que seremos pobres toda a vida, a que foi descascada pela metade significa que seremos remediados e a que não foi descascada prenuncia riqueza.