Atégina

“Voltaram-se e viram uma mulher muito bonita que caminhava descalça sobre o chão macio da clareira. A sua voz parecia flutuar por todo o bosque. (…)

O vestido verde e delicado de Atégina contrastava com a paisagem rude que os envolvia e o seu cabelo ondulado e negro pendia sobre os seus ombros como frutos maduros nos ramos de uma árvore.”

inO VENENO DE OFIÚSA

Atégina era uma divindade, venerada pelos povos que habitavam entre o Tejo e o Guadiana, cujo culto estava associado à fertilidade. Em O Veneno de Ofiúsa a deusa desloca-se à Galécia, influenciando os acontecimentos que decorrem neste território e reflectindo a agitação que se vive entre os deuses da Hispânia, numa era conturbada em que estes deverão abandonar o mundo dos homens.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: