No castelo de Zuleima

Depois de percorrerem os corredores sombrios do palácio de Munt Siyun, o mouro que os guiava abriu a porta de um salão onde se encontrava uma mulher lindíssima. Mas Gamir sabia que muitas vezes a beleza tinha por objectivo ocultar o perigo. A alcaidessa possuía um olhar magnético e uma voz encantatória capaz de enlear até os homens mais experientes. Convidou-os a sentarem-se sobre as grandes almofadas de seda espalhadas em seu redor, sondando o rosto de cada um deles coma acutilância que parecia querer sugar-lhes a alma.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: