Uma noite no palácio de Zuleima

Ricardo deitou-se sobre a cama sem vontade de adormecer. O silêncio que reinava em todo o palácio era inquietante e o encontro com a alcaidessa Zuleima não ajudara a tranquilizá-lo. Para lá da sensualidade e da beleza irresistível da moura, os seus olhos deixavam transparecer uma maldade evidente. Tudo lhe dizia que não era seguro passar a noite no sombrio palácio de Munt Siyun. Gamir estava perto, mas conseguiria ele protegê-los dos poderes mágicos de Zuleima?

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: