Um enigma

O castelo erguia-se, incaracteristicamente, no topo de uma elevação quase imperceptível, como se tivesse sido construído com o objectivo de não ser visto, para servir de esconderijo, e estava rodeado de um manto de erva alta e seca. Não se via ninguém.

Soprava um vento frio que arrepiava a pele e agredia as ervas secas que cercavam o castelo. Al-Udhri fez o cavalo avançar cautelosamente através da porta derrubada. A fortaleza estava deserta, tão deserta como as terras em redor. As ervas cresciam entre as pedras da muralha e havia paredes derrubadas. Estranhamente aquele castelo parecia ter sido abandonado há vários séculos. Mas como era isso possível se os primeiros mouros tinham chegado às Terras Encantadas havia apenas algumas décadas? Quem habitara aquele local e por que razão o abandonara?

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: