Um breve excerto de “O Veneno de Ofiúsa”:

“Cuidadosamente os dois amigos pegaram nas suas armas e espreitaram para fora da caverna. A chuva tornou-se ainda mais intensa, como se as próprias nuvens estivessem a despenhar-se sobre a terra, e o som daqueles passos pesados sobrepunha-se à chuva, atravessando-a e fazendo vibrar os grandes penedos.

Começaram a ver, a poucos passos dali, um homem alto, de roupas coloridas e brilhantes, usando um capacete dourado e uma grande lança que parecia ser feita de ouro e ao mesmo tempo tinha uma aparência sólida e letal. Estranhamente, a chuva e o vento que fustigavam o planalto, passavam por ele sem lhe tocar.

– Quem é? – perguntou Lupia, que se aproximou da entrada da caverna, por trás de Camal.

– É Debaroni, um deus da guerra – respondeu o Galaico, em voz baixa.”

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: